8 paraísos do Brasil para viajar e meditar




Para a maior parte das pessoas, meditar é sentar confortavelmente num lugar silencioso, fechar os olhos ao som de uma música suave e silenciar a mente. Mas para a maioria de nós, esta prática não é tão simples assim. Crescemos com os nossos sentidos sendo estimulados de todas as formas, a todo momento, num bombardeio caótico de informações que somos obrigados a organizar de forma lógica durante nosso desenvolvimento. Ainda na infância, somos submetidos à uma educação que privilegia pessoas com capacidades lógicas mais desenvolvidas. Quando chegamos à vida adulta nosso cérebro está condicionado a fazer com que todos estes estímulos se organizem e nosso conhecimento seja, se alguma forma, produtivo. Então passamos a viver todo tempo envoltos em pensamentos, planos, desejos, análises, autocríticas, lembranças, dúvidas… Ufa, hora de meditar…

Mas como? Como fazer isso na cidade, se a qualquer instante pode entrar uma importante mensagem no Whatsapp? Se o caminhão que passou na rua deu um buzinaço, alguém deu grito e minha mente foi lá, curiosa imaginando o que possa ter acontecido? Como posso parar se a torneira da cozinha pingou, o som da geladeira me distraiu? Não dá pra meditar se esqueci que a conta da luz era para ser paga até as 16 horas… Como vou conseguir parar e simplesmente silenciar a minha mente se não tenho o controle sobre ela?

Alguns mestres trouxeram diversas técnicas de meditações ativas e bioenergéticas, que provocam o estado de meditação ao movimentar e hiperoxigenar o corpo. Outros encorajam as pessoas a emanarem sons, utilizando a própria voz. Os “mantras” possuem vibrações que fazem com que as nossa células entrem em ressonância com os mais profundos pulsos da natureza. Outros saberes defendem a ideia de que, para meditar, basta se tornar o observador se si mesmo e do ato presente, seja ele qual for. Por exemplo, se você está se alimentando, mergulhe no ato, saboreando o alimento, sentindo a textura, cheiro e se torne um observador disso até que o ator e o ato se tornem uma coisa só e plim! Entrou em estado de meditação…

Mas todos os mestres foram unânimes ao dizer que a divindade está presente no aqui e no agora, mas nós estamos sempre distraídos com o ego, passado e futuro. Apesar de sabermos que o estado meditativo está na nossa essência e que a meditação pode acontecer em qualquer lugar, há quem prefira levar o corpo para lugares mais tranquilos, onde não haja intervenções urbanas. Lugares com  natureza abundante, sons de água, ar puro e pouca presença humana são, sem dúvida, mais propícios para as práticas de meditação mais profundas.

Este talvez seja uma dos principais motivos que leva eu e você a viajar…

Foi pensando nisso, olhando pela minha janela nesta tarde ensolarada de quinta-feira, que resolvi buscar da minha memória alguns lugares que visitei onde naturalmente entrei em estado meditativo.

“Viajar é preciso! Meditar é preciso”!

1. Parque da Cachoeiras em São Francisco de Paula, Rio Grande do Sul

O parque das cachoeiras era um lugar em que eu costumava ir diversas vezes ao ano. Localizado em um vale com 8 cachoeiras, é um lugar muito propício para meditar. Numa dia inteiro dá pra visitar até 3 cachoeiras, incluindo a Cascata da Ravina, que tem uma energia impressionante. A noite no parque é mágica para fazer uma fogueira e uma comida campeira. O falecido proprietário do parque, Anildo Bristoti, era doutor em engenharia e professor de física. Me falava muito em Física quântica e na energia do lugar que escolheu para viver. Uma vez me contou que já havia presenciado Ovnis no local. Tive a certeza que sim!

Cascata-da-Ravina-Parque-das-Cachoeiras
Cascata da Ravina – Parque das Cachoeiras
Cabana-Parque-das-Cachoeiras
Cabana Parque das Cachoeiras
Parque-das-Cachoeiras-Vista-para-o-vale
Parque das Cachoeiras – Vista para o vale

2. Lagoa do Peri, Florianópolis, Santa Catarina

A Lagoa do Peri é a única lagoa de água doce da Ilha de Santa Catarina – a da Conceição é salgada. Fica na metade sul da ilha numa região que, dizem alguns místicos de lá, possui no subsolo um grande lençol de quartzo rosa. A lagoa faz parte de uma área de preservação permanente e possui belas trilhas e uma pequena cascata. O entardecer na Lagoa do Peri é perfeito para uma prática de meditação, pelo silêncio, beleza e energia do lugar.

Lagoa-do-Peri
Lagoa do Peri
Vista-aérea-da-Lagoa-do-Peri
Vista aérea da Lagoa do Peri
Cascata-da-Lagoa-do-Peri
Cascata da Lagoa do Peri

3. Bonito, Mato Grosso do Sul

Esta experiência foi um tanto interessante para mim, porque o intuito não era realmente meditar. Eu estava só fazendo turismo! Ao fazer a prática de mergulho de superfície no aquário natural de uma nascente, eu realmente me senti muito estranho. A energia do local é muito forte, ao ponto de eu entrar naturalmente em estado de meditação. Mais detalhes sobre a minha experiência de Bonito neste artigo: Mergulhar nas águas de Bonito, uma experiência ZEN. O cara desta primeira foto sou eu mesmo, as outras foram garimpadas no Google.

Mergulhando-na-nascente-do-Rio-Formoso-Bonito-MS
Mergulhando na nascente do Rio Formoso
Mergulho-em-Bonito
Mergulho de superfície em Bonito
Bonito-Rio-Formoso
Rio Formoso em Bonito



4.Conceição do Ibitipoca, Minas Gerais

Passei 3 dias neste lugar que, apesar de lindo, magnífico, exuberante, ficou só na minha imaginação. Foram dias de chuvas intensas em pleno verão de 2011, no interior de Minas Gerais. O excesso de chuvas me impediu de fazer as tão desejadas trilhas que vi nas fotos, mas não de sentir um paz absurda simplesmente ao sentar à sacada da pousada e observar a chuva. Esta primeira foto é de um lugar que não conheci, mas estive do lado 🙁

Janela-do-céu-Ibitipoca
Janela do céu, o lugar que não conheci
Vilarejo-Conceição-do-Ibitipoca
Vilarejo Conceição do Ibitipoca

5. Lavras Novas, Ouro Preto, Minas Gerais

Ainda em Minas, na mesma trip, encontrei um pequeno vilarejo de Ouro Preto chamado Lavras Novas. Naquela região, além das águas em abundância, existem muitos minérios. Nas trilhas de Lavras Novas era comum parar para juntar muitos cristais de todas as cores e tamanhos. As 3 fotos abaixo são do meu arquivo pessoal.

Paisagem-em-Lavras-Novas
“Portal” Paisagem em Lavras Novas
Vilarejo-de-Lavras-Novas
Vilarejo de Lavras Novas
Igrejinha-de-Lavras-Novas
Igrejinha de Lavras Novas

6. Torres, Rio Grande do Sul

Para mim, que sou nascido no RS, esta é a mais bela praia gaúcha. Não. Eu diria que é a única pra bonita do estado… E existe um lugar nesta pequena cidade que, basta chegar de manhã muito cedo e acompanhar o nascer do sol, para mergulhar em um silêncio profundo. Existe uma trilha bem curta que cai direto neste morro das fotos. Um lugar perfeito para saudar o sol, praticar yôga ou simplesmente contemplar.

Vista-das-Furnas-Torres
Vista das Furnas, em Torres

Vista-das-Furnas-em-Torres

8. Paraty e Trindade, Rio de Janeiro

Não posso deixar de fora a cidade que me arrepiou desde a primeira vez que pisei e que sempre volto. Paraty é um município do litoral sul do RJ, bem na divisa com o estado de São Paulo. É uma cidade histórica tombada, muito antiga (império), repleta de belezas naturais e uma energia incrível. Lá eu sempre me sinto em casa, ainda que eu esteja no meio do centro histórico  na alta temporada. Pertinho do centro, tem um vilarejo que se chama Trindade, com diversas praias, trilhas e cascatas. Para não estender muito vou postar algumas fotos aqui e guardar detalhes para um próximo post só dedicado aos recantos daquele lugar abençoado.

Centro-Histórico-de-Paraty
Centro Histórico de Paraty
Paraty-Ilha-Algodao
Ilha do Algodão em Paraty
André-Marcelo-Trindade
Eu na Praia do Cepilho, Trindade
Piscinas-naturais-Trindade
Piscinas naturais em Trindade

Leia Também: Já pensou em largar tudo e viver numa cabana no mato?

André Marcelo

Notívago por natureza. Sagitariano apaixonado por viagens improvisadas que provocam o contato com a história e com a natureza. Amante da música, do teatro, do cinema. Das dezenas de coisas que já fiz, me amasiei com a produção cultural. Uma vida experimentando novas formas de expressão e relacionamento comigo mesmo e com o mundo.

facebook comments:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *