O bairro que abriga o maior museu a céu aberto do Chile

O interesse dos moradores e a necessidade de deter e eliminar a deterioração dos edifícios do povoado de San Miguel, na cidade de Santiago, capital do Chile, foi o que motivou a iniciativa que moveu toda uma comunidade. O Centro Cultural Mixart trabalhou durante 4 anos para transformar o bairro em uma verdadeira galeria de arte pública de acesso gratuito, sem restrições de dias e horários para visitação.

Hoje em dia o projeto Museu a Céu Aberto em San Miguel se tornou a maior expressão coletiva de arte urbana no Chile, onde o cenário original se mistura com as principais técnicas de muralismo e graffiti em obras originais desenvolvidas por expoentes nacionais e internacionais. Consagrados ou emergentes, todas os artistas e suas obras, tiveram de ser aprovadas previamente pela comunidade. De forma que cada muro agrega uma história de participação e colaboração entre artista e morador, gerando uma sensação de pertencimento das obras pela comunidade e seu entorno.
Até Junho ​​de 2014 o conjunto de murais já somava mais de 4.000 m² de arte urbana nos muros, paredes e prédios de San Miguel.

Assista ao vídeo oficial:

… E algumas fotos abaixo:

Museu-a-céu-aberto-san-miguel Arte urbana no Chile
Museu-a-céu-aberto-san-miguel Arte urbana no Chile
Museu-a-céu-aberto-san-miguel Arte urbana no Chile
Museu-a-céu-aberto-san-miguel Arte urbana no Chile

Museu-a-céu-aberto-san-miguel Arte urbana no Chile
Museu-a-céu-aberto-san-miguel Arte urbana no Chile




Museu-a-céu-aberto-san-miguel Arte urbana no Chile
Museu-a-céu-aberto-san-miguel Arte urbana no Chile
Museu-a-céu-aberto-san-miguel Arte urbana no Chile
Museu-a-céu-aberto-san-miguel Arte urbana no Chile
Museu-a-céu-aberto-san-miguel Arte urbana no Chile

Fonte: Museo a Cielo Abierto en San Miguel

VEJA MAIS FOTOS!

*O projeto está na Galeria do Google Arts & Culture

Leia também: Monalisas de mosaico invadem as ruas de Porto Alegre

André Marcelo

Notívago por natureza. Sagitariano apaixonado por viagens improvisadas que provocam o contato com a história e com a natureza. Amante da música, do teatro, do cinema. Das dezenas de coisas que já fiz, me amasiei com a produção cultural. Uma vida experimentando novas formas de expressão e relacionamento comigo mesmo e com o mundo.

facebook comments:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *