Dia dos namorados: que tal um pouco de história?

*Por Vanessa Bordoni

Em muitos países o Dia dos Namorados é conhecido como Dia de São Valentim e é comemorado no dia 14 de Fevereiro. Nos Estados Unidos é tradicional a troca de cartões e caixas de bombons em forma de coração, simbolizando o amor. Não se restringe a casais, mas é praticada também entre amigos, pais e filhos, enfim.

Origem da comemoração no mundo

O imperador Cláudio II (Roma Antiga), proibiu a realização de casamentos em seu reino, porque acreditava que se os jovens não tivessem família iam se alistar ao exército com mais facilidade. No entanto, um bispo romano continuou a celebrar casamentos, mesmo com a proibição do imperador. Seu nome era Valentim e as cerimonias eram realizadas em segredo. A prática foi descoberta e Valentim foi preso e condenado à morte. Enquanto estava preso, muitos jovens lhe jogavam flores e bilhetes dizendo que eles ainda acreditavam no amor.

Entre as pessoas que jogaram mensagens ao bispo estava uma jovem cega, Artérias, filha do carcereiro, a qual conseguiu a permissão do pai para visitar Valentim. Os dois acabaram apaixonando-se e, milagrosamente, a jovem recuperou a visão. O bispo chegou a escrever uma carta de amor para a jovem com a seguinte assinatura: “de seu Valentim”, expressão que deu origem a forma como nos referimos hoje, São Valentim. O bispo acabou sendo decapitado em 14 de Fevereiro de 270.

São-Valentim-recebendo-o-Santo-Rosário-das-mãos-da-Santíssima-Virgem-Maria-dia dos namorados
São Valentim recebendo o Santo Rosário das mãos da Santíssima Virgem Maria

Por que então no Brasil o dia dos namorados é comemorado no dia 12 de julho?

Em 1949 o publicitário João Dória trouxe a comemoração ao Brasil, criando uma campanha publicitária afim de alavancar as vendas do comércio em um mês fraco, Junho. Foi escolhido então dia da véspera de Santo Antônio, o santo conhecido como casamenteiro. E a campanha emplacou de tal forma, que até hoje as comemorações continuam sendo realizadas com troca de presentes.

Reflexão Pessoal

Eu particularmente penso que, se vamos copiar tradições de outras culturas, que não o façamos distorcendo o sentido. Neste caso em específico vejo o problema da emblemática do consumismo, nós compramos uma propaganda e continuamos consumindo-a ao longo dos tempos. Aqui cabe reconhecer a inteligência e perspicácia deste publicitário, João Dória.
Se vamos repetir comportamentos, que façamos com conhecimento de causa, com total consciência do que estamos propagando. Sugiro então que lembremos de Valentim, vamos espalhar abraços, sorrisos, apertos de mão, beijos, compreensão e respeito. Vamos espalhar tudo que promova o amor, tanto faz se hoje é dia 12 de Junho, ou 14 de Fevereiro. A humanidade precisa de amor todos os 365 dias do ano, e precisa muito.

FELIZ DIA DOS NAMORADOS!!! FELIZ DIA DE SÃO VALENTIM!!! FELIZ DIA DO AMOR!!!

Vanessa Murussi Bordoni – 12/06/15

Fontes de pesquisa: Wikipedia, Terra

Vanessa Bordoni

Sou estudante de Relações Públicas na Unisinos, mãe e voluntária na área da educação. Tenho paixão por pessoas, literatura e fotografia.Sempre em busca de interações, pois acredito na comunicação como um agente de transformação.

facebook comments:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *